Mulheres no Antigo Egito

Devido as escavações e documentos deixados em pedra e papiros, sabemos que as mulheres no Antigo Egito, foram as mulheres que mais tiveram liberdade de expressão no mundo antigo. Podiam divorciar-se, comprar terras, trabalhar , e algumas delas exerceram funções importantes como relatos da 18ª. Dinastia onde sabemos que mulheres fizeram parte de o que podemos considerar como um júri popular.

Desde aquela época , a caixa de maquiagem de uma mulher no Antigo Egito era muito variada, ela pintavam os olhos com um pó negro, conhecido como galena, o rosto com um tipo de rouge extraído de óleo de semente de alface, que também servia como batom, e usavam cones de incenso em seus cabelos para deixa-los perfumados e hidratados.

Provou-se posteriormente que a pintura nos olhos das mulheres egípcias, também foi usada pelos homens com finalidade medicinal , a prevenção de algumas doenças do olhos como conjuntivite.

Algumas mulheres tiveram posição tão privilegiadas como foi a caso da Rainha Hatshepsut, que ao assumir o trono como Co-regente de seu enteado Tutmosis III, sendo este muito jovem , fez com que a Rainha então assumisse o papel de faraó por um longo período até que Tutmosis estivesse pronto para reinar.

As mulheres no Antigo Egito ocupavam seus dias dentro e fora do lar, como dançarinas e sacerdotisas, cantoras dos templos entre outras funções.

Temos como exemplo a estatuária e outros objetos das sacerdotisas de Hathor, Isis e Amun.

Nefertiabet -Sacerdotisa Antigo Império
  • facebook-square
  • Twitter Square
  • google-plus-square

Copyright Egiptologia Brasileira 2018